7 erros comuns do investidor iniciante e como evitá-los!

inflação endinheirando
Inflação! Como funciona e seus impactos no mercado de ações
19 de novembro de 2018
10 dúvidas de gestão financeira pessoal
21 de fevereiro de 2019
investidor iniciante endinheirando

7 erros comuns do investidor iniciante e como evitá-los!

 

Muitas pessoas acreditam que investir no mercado de ações é fácil, basta comprar alguns títulos e aguardar os lucros. No entanto, esse pensamento leva investidores iniciantes a cometer erros comuns, que poderiam ser facilmente evitados. Neste artigo, vamos ajudá-lo a identificar e a evitar esses erros mais comuns para que não desista do mercado de investimentos. Confira!

 

#01 – Pressa nas operações

 

A pressa é inimiga do lucro! Independente do tipo de investimento, é preciso saber esperar. Investidores iniciantes ansiosos por ver suas ações subirem se esquecem de considerar as oscilações do mercado e até mesmo perdas. Dica: Diversifique a sua carteira de investimentos!

 

#02 – Confundir investimento com aposta

 

Investir não é como apostar em cavalos! Fuja dos “amigos especialistas” e de suas apostas de alta rentabilidade. Investir em ações exige pesquisa, busca constante por conhecimento e acompanhamento diário do mercado financeiro e de ações. Dica: Sempre duvide de falsos milagres!

 

#03 – Investir tudo em uma só aplicação

 

Diversificar é uma regra no mercado de investimentos. Quando se aplica em diferentes modalidades é possível construir uma carteira com rentabilidades e prazos distintos, além de alcançar metas a longo, médio e curto prazo. Como o mercado oscila com frequência, desta forma você estará mais protegido. Dica: Monte uma carteira de investimentos diversificada e sólida!

 

#04 – Não levar em conta os impostos

 

Iniciantes costumam negligenciar os impostos sobre a rentabilidade da aplicação. Existem modelos de investimento livre de impostos, mas em sua maioria é preciso contabilizar a alíquota a serem pagas, principalmente em relação ao Imposto de Renda. Dica: Projete seus rendimentos com base nos impostos e fique atento ao período de saque.

 

#05 – Não estudar sobre investimento

 

Conhecer o seu perfil como investidor, traçar metas e construir uma carteira de investimentos exige conhecimento do mercado de ações, das empresas que você deseja investir e da economia como um todo. Por isso, mercados mais imprevisíveis, como o de ações, precisam de atenção dobrada. Dica: Empresas especializadas criam e disponibilizam relatórios periódicos de investimento, vale se associar.

 

#06 – Comprar ações após forte alto, ou vender após forte baixa

 

Uma alta ou uma baixa nem sempre é motivo para desespero. Oscilações são comuns no mercado financeiro, por isso é tão importante conhecer o histórico da empresa e o contexto político e econômico do país. Dica: Não seja impulsivo, informe-se e avalie com inteligente sobre qual a melhor decisão tomar.

 

#07 – Não considerar os riscos

 

O mercado de investimentos é um risco constante! Mesmo que você tenha feito tudo certo, não quer dizer que esteja livre de um resultado negativo. A volatilidade é normal em investimentos mais agressivos. O importante é seguir firme e não desistir. Dica: Persista, arrisque e siga convicto de que dias bons e ruins todo mundo tem!

Quantos destes erros você já cometeu como investidor iniciante? Compartilhe com a gente suas experiência negativas e o que aprendeu com elas. Ah! Caso queira acrescentar algum erro à lista, sinta-se livre. Juntos vamos ajudar os iniciantes a tornarem-se investidores agressivos!

Confira nossos conteúdos no portal Endinheirando para mais informações sobre o mercado de ações e investimentos.

Os comentários estão encerrados.